dores de cabeça

Conheça 4 tipos de dores de cabeça

A dor de cabeça é um sintoma tão comum, que a maioria das pessoas se automedica no instante em que ela ocorre. Muitos indivíduos nem sequer se perguntam qual seria a causa da dor.

Pensando nisso, elaborei este artigo para apontar quatro tipos de dores de cabeça. Assim, reconhecendo os sintomas, você poderá procurar o tratamento adequado.

Tipos de dores de cabeça

1# Enxaqueca 

Este tipo de dor de cabeça se distingue, devido a outros sintomas que também se manifestam junto: desconforto na cabeça, náuseas e vômitos, tontura, sensibilidade à luz (fotofobia) e outros sintomas visuais geralmente fazem parte das crises de enxaqueca. 

Este mal é o único com fases distintas, porém, nem todos os indivíduos experimentam todas elas. Geralmente, as fases da enxaqueca seguem a seguinte ordem:

  • mudança de humor ou comportamento, que pode ocorrer horas ou dias antes crise de enxaqueca;
  • sintomas visuais, sensoriais ou motores que precedem a dor de cabeça;
  • alucinações, dormência, alterações na fala e fraqueza muscular.

Durante a crise, é comum a sensação de dor latejante em um ou ambos os lados da cabeça. Sensibilidade à luz e a movimentos também podem ocorrer, assim como depressão, fadiga e ansiedade.

Por fim, quando a dor diminui, seja por si só, ou por meio de medicação, ela pode ser substituída por fadiga, irritabilidade e dificuldade de concentração.

2# Cefaleia tensional 

Dores de cabeça tensionais são o tipo mais comum. Estresse e tensão muscular são frequentemente associados aos fatores que incidem no sintoma. Embora a característica da dor possa variar, os seguintes sintomas são comuns na cefaleia tensional:

  • início lento da dor de cabeça;
  • dor em ambos os lados;
  • dor maçante ou latejante;
  • dor na parte posterior da cabeça ou pescoço;
  • dor leve a moderada, porém, contínua.

As dores de cabeça do tipo tensional não costumam causar náuseas, vômitos ou sensibilidade à luz (fotofobia).

3# Cefaleia em Salvas

A cefaleia em salvas costuma prolongar-se por semanas ou meses. Tais crises, geralmente, retornam uma vez a cada um ou dois anos. Embora o paciente apresente sintomas variados deste tipo de dor de cabeça, os sinais mais comuns são:

  • dor muito intensa em um lado da cabeça, geralmente atrás do olho;
  • o olho afetado pode ficar vermelho e lacrimejante, com a pálpebra caída e a pupila pequena;
  • inchaço da pálpebra;
  • coriza ou congestão nasal;
  • inchaço na testa.

4# Dor por problemas alimentares

Já ouviu algum parente ou amigo dizer que quando a cabeça dói é porque algo no estômago não está bem? É bem verdade que nem todo tipo de dor de cabeça e resultante de problemas alimentares. 

Porém, com certeza, boa parte das dores de cabeça são, sim, resultado da ingestão de determinados alimentos.

O que acontece é que, se não há boa digestão, azia, ou ingestão de alimentos estragados, poderá haver, dentre outras coisas, uma forte dor de cabeça. Pode-se perceber que ela desaparece depois que o problema no estômago é resolvido. 

Sendo assim, seja qual for a dor de cabeça que te acometa, antes de automedicar-se, procure identificá-la. Se as suas dores de cabeça são prolongadas, não hesite em buscar a ajuda de um neurologista. 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como neurologista em Brasília.

Comentários

Posted by Dr. Heitor Felipe Lima